Thursday, November 20, 2008

Alma nua

Já há algum tempo que tinha vontade de deixar o anonimato, mas no dia seguinte voltava sempre atrás na minha decisão: tinha medo de me expor, de mostrar tudo o que me vai na alma. Porque isso implica mostrar aquilo de que gosto e o que ainda não aceito.

Olhei a magnólia, agora sem folhas, nua, sem defesas, apenas ela ao frio e à chuva... E a imagem que ficou foi de força, não de fraqueza. Aí percebi que estava mesmo na altura de me mostrar e assumir quem sou, assumir tudo o que sou.

Lembrei-me do que disse a Aninhas: Não nasci para ser igual, não nasci para ser diferente, nasci para ser Eu.

É verdade, nasci para ser EU, e para isso preciso de me assumir por inteiro, sem medos, sem vergonhas, sem defesas, apenas EU.

2 comments:

Sayuri said...

..nada que o tempo e a vida não te vá mostrar..Quem ÉS! Vai aproveitando todos os teus momentos :)

Kali said...

E eu a pensar que era a única a ter um blog anónimo ;)