Friday, April 23, 2010

Relacionamentos

Uma conversa interessante sobre relacionamentos.

Aprendemos desde sempre que devemos ser simpáticos, sorrir... enfim, ser politicamente correctos para que gostem de nós. Mas gostam mesmo? E onde fica o amor por nós? E a nossa verdade, deitamo-la fora?

Ninguém consegue curar as nossas feridas e a nossa falta de amor, excepto nós mesmos. Mais cedo ou mais tarde o outro mostra-nos aquilo que não queremos ver em nós: a falta de amor e respeito, a dor, a sombra...

Como diz o Osho há o amor de pedinte e o amor de Imperador: um pede, precisa do outro, o outro dá o amor próprio que transborda de si mesmo.

Já há algum tempo que procuro este amor por mim mesma, mas tem sido muito remar contra a maré. Está por todos os lados o "sê simpática, sorri, ajuda os outros"... o reflexo da culpa que ainda carrego pela procura do amor por mim mesma...

Eu Sou O Que Eu Sou.

1 comment:

dança de shiva said...

Interessante sua postagem Sofia, limpa e verdadeira...
NAMASTÊ"!!!
Jane Hefler