Tuesday, June 16, 2009

Educar e sonhar

Enquanto preparo o próximo círculo de mulheres, deparo-me com imensas coisas que não sei sobre o meu corpo, sobre a sua relação com a lua. Tantas coisas que não sei e que afectam a minha vida. No entanto, passei 18 anos no ensino oficial e mais cerca de 9 anos a tirar 2 licenciaturas... e hoje vejo que aproveito muito pouco do que aprendi nesses anos, fechada entre 4 paredes, a debitar as ideias de outros...

O que ensina afinal a escola? Muito pouco, na minha opinião. Estimula apenas 2% do nosso cérebro: o intelecto. Os restantes 98% e todo o seu potencial são simplesmente ignorados.

Não nos ensina sobre o nosso corpo (na escola só aprendemos sobre a parte física, mas há muito mais...), sobre como cuidar dele e como funciona. Não nos ensina a lidar com as emoções nem com a mente, a estar connosco e com os nossos pensamentos. Não nos ensina a procurar quem somos nem o que queremos da vida. Não nos estimula a procurar o sonho que comanda a nossa vida, que nos devolve o brilho aos olhos e o sorriso rasgado até às orelhas. Não nos ensina a lidar com os outros, com os animais e com a natureza. Não nos ensina o mais fundamental: que tudo está ligado e por isso o que fizermos aos outros e á natureza tem repercussões em nós.

Soube que Pitágoras usava a matemática e os triângulos duma forma espiritual, para compreender os mistérios do universo e da vida. Quem diria! Muito diferente do que aprendemos na escola, não é? Talvez dessa perspectiva houvesse mais sucesso na matemática ;)

A escola não estimula o pensamento próprio, as respostas certas são dadas e são essas que garantem as boas notas. Somos ensinados durante anos a acreditar em dogmas, a não questionar, a obedecer, no fundo a depender das ideias dos outros...e a não cultivar as nossas.

Somos formatados num "formato" conveniente e obediente, que não pensa, não questiona, e assim se garante que não há mudança...

Este fim-de-semana ouvi o Rik falar sobre este tema, e hoje encontrei estes vídeos no blog da Ana. Confesso que olho os meus anos de estudo como um desperdício de tempo, quando agora é que estou verdadeiramente a aprender aquilo que me é importante e que nutre a alma e o coração.

A Escola e a sociedade em geral criam dependentes: controlados pelas emoções que não compreendem, dependentes das ideias dos outros, dependentes das empresas ou do estado para empregos e salários...

É esta a educação que queremos para nós e para as nossas crianças? Ou queremos uma escola e uma sociedade que valorize as pessoas de forma integral, estimulando o que de melhor há em cada uma?

É altura de sermos a mudança que queremos ver no mundo, aqui e agora! Da minha parte vou passar esta mensagem e investigar as escolas Waldorf. É que sabem, eu tenho um sonho: sonho com a mudança e uma nova sociedade e não vou ficar aqui de braços cruzados :)

Dizem que o sonho comanda a vida... e eu suspeito que seja verdade :)

E tu, com que sonhas?

7 comments:

Mag said...

Eu não podia deixar de vir comentar este post, sendo a Educação (com um formato informal, em comunhão com a Natureza e o que nos rodeia, num espírito de aprendizagem totalmente aberto, mais prático, mais focado) a minha paixão!

Esta tua ideia fascinou-me, este teu projecto conquistou-me de imediato! Uma "escola" completa e onde se equilibrasse corpo, mente e espírito, o local ideal para "nutrir" as nossas crianças.

Count me in!!!!!!

real republica said...

Crisis? what crisis?...

Kali said...

:) que bom, Mag, que o sonho contagia, e isso faz-nos sonhar ainda mais.

Um grande abraço para ti!

Kali said...

Real Républica, como vai a escola? Em crise? ;)

Angel of Light said...

Olá!

Vim aqui parar... nem eu sei bem como.... mas vim... voando...

Sou mãe de 3 lindas crianças (...de um mundo novo...) que "sofrem" com o sistema precário e mecânico implementado no ensino deste país. A nós, pais, resta-nos ensiná-los a outra parte, a parte básica e primordial: aprender a Viver, (re)aprender e (re)descobrir o Amor, a Compaixão, a Alegria, o Perdão,... a Paz, ... a Luz... de que somos feitos... fazê-los (re)descobrir quem na verdade São.

Gostei do teu blog. Parabéns.

Deixo-te beijinhos de Amor e Luz em forma de borboletas prateadas.

Kali said...

Angel, que lindas borboletas da cor do luar :)

Essas 3 crianças são umas afortunadas, a escola pode não as ensinar, mas tenho certeza que o melhor delas não tardará em fazer-se notar.

Grata e bons voos!

cris said...

Eu quero uma escola dessas com que tu também sonhas para o meu filho! :O)

Um beijinho e um dia feliz ***